17 de Julho de 2003

Estava a ouvir o fórum da TSF e, apesar da iniciativa ser louvável, serve para corroborar a minha já publicamente expressa ideia de que o tuga gosta de opinar. E opina muito e opina sobre tudo.
Ora não é que o ouvinte Vítor, indignado com as disparidades entre o litoral e o interior e com a falta de produção do país, resolveu recomendar ao Sr. Primeiro-Ministro, qual ido governante do Brasil, que leve a Capital do Império para o interior, como por exemplo Castelo Branco. Sim, em Lisboa continuaria uma capital do turismo, mas a capital administrativa deveria ser levada para Castelo Branco. Extraordinário! Do que esta gente se lembra!
Eu sempre fui partidário da descentralização e da efectiva dispersão dos aparelhos administrativos, mas tal ideia nunca me tinha passado pela cabeça. Provavelmente a culpa é de D. Afonso Henriques: para que é que saíu de Guimarães?
Mais uma sugestão bushiana do ouvinte Vítor: “Custa-me ver o País em chamas. O Governo deveria cortar as árvores. Sim, ao menos poderíamos guardar a madeira para queimar no inverno já que vejo tanta gente passar frio.”
Fica portanto uma questão, um tanto incómoda, mas que me assola há já algum tempo: até que ponto é que se pode e deve dar voz a quem quer falar?

17 de Julho de 2003