8 de Dezembro de 2003

A maioria dos que lêem isto sabe do meu gosto por edifícios altos (e com altos quero dizer acima dos 100 metros, pelo menos). Cá em Portugal, por limitações mentais camufladas atrás de supostos PDM´s, nunca se construiu um prédio assim: “iria destoar do resto”. Mas é claro! O propósito é esse! E se não há cá nenhum, é claro que iria destoar! Vejam se em qualquer outro país onde há arranha-céus, o primeiro que foi construído não destoava do resto. Fiquei desiludido quando quiseram construir a Manhattan de Cacilhas e não deixaram, e ainda mais quando propuseram a Torre Biónica e também rejeitaram o projecto.
E se o meu país não acolhe os meus desejos, já que não tenho capacidade de os pôr em prática, vou procurá-los a outros lados. É o exemplo de Nova Iorque e, agora, mais recentemente, em Londres. Sim! aquilo é que é visão! aquilo é que é ousadia! Senhoras e Senhores a London Bridge Tower!


Vão ser 306 metros de pura construção em altura, no centro da capital inglesa, mesmo juntinho ao rio, desenhados por Renzo Piano (autor do Centro Pompidou). Um edifício ecológico com um recuperador térmico.
Por cá fico à espera do que vai nascer para os lados de alcântara…

8 de Dezembro de 2003

  • O Gabinete do Primeiro Ministro expressa o espanto que é dar atenção a quem argumenta na base do “não se faz porque nunca se fez”
    A construção em altura será sim permitida. Vote em mim

  • Mc

    O Renzo Piano tinha um projecto de edifícios de habitação de poucos pisos, para Braço de Prata em Lisboa. Deu polémica, porque era perto do rio, e estamos a falar de 6 pisos no máximo. Não sei como ficaram as coisas…. talvez a zona de braço de prata vá continuar velha, podre e sem nenhum interesse nas próximas décadas. Lembrem-se da frase do siza: “em portugal a arquitectura medíocre não é polémica”. Eu diria mais: ” Em portugal tudo o que é medíocre não é polémico”!