13 de Fevereiro de 2004


Yep, isto foi o que eu fiz ontem. Um “L”. Um “L” muito pequenino. Apesar da parte de baixo não ter ficado muito bem, dá claramente para ver a forma. Tem qualquer coisa como 1 micron de comprimento e 600 nanómetros de largura. De espessura tem à volta de 200 nanómetros. Tudo isto com um microscópio de força atómica. Hurray!
Já agora, para quem não tem presente estas coisas, 1 micron é a milionésima parte do metro (1e-6 m) e um nanómetro é a milionésima parte do milímetro (1e-9 m). Um cabelo pode ter espessuras que variam de 15 a 200 microns – dependendo da cor, tipo, idade, etc.
Talvez abra um negócio de tatuagens capilares nanométricas.

13 de Fevereiro de 2004

  • Mariana Feijó

    Primo:
    Bom encontrar-te neste mundo de desmedidas proporções! Cheguei aqui por intermédio do meu pai… Gostei do que vi! Voltarei!
    P.S.- Se fores para a frente com a ideia das tatuagens nanométricas avisa… é a única maneira de eu fazer uma tatuagem na vida!
    Beijos,
    M

  • Olá Prima!
    É bom ver-te por aqui.
    Quanto às tatuagens, desisti, pois saíria muito caro ao utilizador e não é que se veja grade coisa (as pessoas gostam de ver aquilo por que pagam).

  • Manu

    Epa xico, tal altamente, so faltam mesmo os tomates na parte central! 🙂