3 de Maio de 2004

Eu não gosto de condomínios. Não pelo facto de serem só para os ricos, ou por invejar aquele luxo e conforto. Não… é pelo simples facto de que destroem as cidades tal como eu as concebo.
Há o momento.

E quem o quebre.
Um condomínio é como a falta de lojas nos rés-do-chão de que falei. São ilhas. Isolam os que estão lá dentro do exterior, mas pior, quebram a continuidade dos que estão cá fora. E as ruas deixam de ser sítios de vida, mas meras passagens.
As cidades são bestiais – mas só se pudermos viver nelas.

3 de Maio de 2004

  • Primeiro, nessa situação também deves ser contra as vivendas que não são mais do que condominios pequeninos! ;p
    Mas há condomínios que têm lojas para o exterior! Não são os condomínios nem as vivendas nem os prédios que estragam a tua concepção de cidade! É isso mesmo, a concepção! 😉

  • Também adoro cidades…
    Adorei a foto!