22 de Julho de 2004

Às vezes a vida devia ser como os anúncios de telemóveis. Liberdade, um sítio onde todos comunicam. Vivem. Vive, sente, fala, ama, adora, viaja. Liberta-te dos teus medos e segue para aventura. Sente a tua cara, as mãos dela. Corre como nunca correste e faz aquilo que sempre quiseste fazer. O pôr do sol marca o início e o nascer do dia outro começo. Não olhes para trás e dá uso ao tempo. Olha, toca, cheira. Diz. Sabe. Aprende. Corre. Sê.
Que será a conversa?

22 de Julho de 2004

  • A vida seria cor de rosa….

  • Ricardo Ramalho

    Acho que a vida parte da piada. Nós, como seres humanos precisamos da parte da desgraça, quer queiramos aceitar isso ou não.
    Por isso, vida cor-de-rosa, simplesmente
    é mais uma utopia.

  • Ricardo Ramalho

    Acho que a vida PERDIA parte da piada.
    Enganei-me.