16 de Novembro de 2004


Esta é a bandeira da União Europeia proposta por Rem Koolhaas (arquitecto de renome mundial, projectista da Casa da Música, no Porto). É, sem dúvida, polémica. Mas eu gosto.

16 de Novembro de 2004

  • Já a tinha visto, mas para além de achar esteticamente horrível, acho a bandeira muito pouco prática (coitadinhas das crianças da primária que vão gastar uma caixa de lápis para colorir a bandeira 🙂 ). A única vantagem que vejo é o facto de ser facilmente identificável.
    Para além disso, se forem anexados mais países como é que se resolve a questão?
    Mais, a ideia não é nada original…já a Grã-bretanha adoptou o mesmo sistema, se bem que de um modo diferente (sobreposição das bandeiras).

  • Elsa Abreu

    Eu esteticamente até acho piada, o problema é mesmo a versatilidade; a outra tem 12 estrelas desde o início e pronto, não é preciso mudar de 5 em 5 anos. E já se tornou um símbolo. Já imaginaram o Euro ou o festival da Eurovisão com uma bandeira diferente??? Tragédias! =P

  • Epá… esteticamente também acho horrivel! Mas estas coisas de vez em qdo não entram (na cabeça, entenda-se) à 1ª! Daqui a mais uns tempos volto a postar!

  • É o que eu acho: é claro que esta não tem a formalidade do azul escuro com estrelas douradas em harmonia circular. Mas não será interessante ver este “código de barras” a ondular no céu? É preciso uma demonstração física!

  • Ricardo Ramalho

    Marada…
    Mas não desgosto. Pelo menos seria fora do comum.