27 de Setembro de 2006

Talvez a maioria de nós se mexa por paixão e por medo. Talvez todos nós. Eu acho que sim. Uns avançam pela dedicação que devotam às suas visões, aos seus objectivos, pela paixão de um ideal, de um futuro construido nas suas mentes. Outros por medo, ficam onde estão, ou andam pouco.
Certamente todos têm alturas, altos e baixos, e os apaixonados medo, e os com medo paixões. Mas serão maioritariamente apaixonados ou maioritariamente amedrontados. E haverá factores que potenciam tanto o medo como a paixão obviamente.
Agora, a questão é, será que a maioria vive apaixonado, ou com medo?

27 de Setembro de 2006

  • Eu acho que a maioria vive com medo… Mas é só uma opinião! Porque o medo pode impedir de avançar, e porque se vê muito mais gente estagnada do que com genica.