28 de Novembro de 2006

A memória falha-me no sentido de produzir situações concretas, mas a ideia que tinha, especialmente do tempo em que apresentava o telejornal da noite da RTP2, era a de que a drª. Fátima Campos Ferreira era uma agradável entrevistadora, que possuia o cada vez mais raro talento de deixar falar os entrevistados. Ora, anos volvidos, desta feita no programa Prós e Contras, a mesma senhora jornalista, não sei se por sede de protagonismo, ou por mera falta de sentido de estar, tornou-se no verdadeiro ponto negro do programa – pelo menos da parte vísivel do programa – cortando, interpelando, atropelando ou mesmo esmagando as intervenções dos seus convidados. O caso torna-se gritante nos casos em que manifestamente não domina os assuntos. Ontem, frente ao reitor da UTL chegou mesmo a roçar a má educação.

28 de Novembro de 2006