18 de Dezembro de 2008

Instead of wielding subpoena power to obtain information, SEC staff “relied upon information voluntarily produced by Mr. Madoff and his firm,” Cox said.
in Bloomberg

Afinal, aquilo do Banco de Portugal ficar só pela palavra dos supervisados não é nada de original. Lá fora já se fazia há muito mais tempo.

18 de Dezembro de 2008