30 de Março de 2009

Há lugares, edifícios, pessoas e objectos que trazem consigo o peso da História. Em algum momento determinante fizeram parte ou estiveram presentes num instante que marcou o percurso da humanidade. Tê-los à nossa frente é sempre emocionante e inspirador. Nos Estados Unidos, este peso da História é sentido de forma diferente do que na Europa. Há poucas semanas tive a oportunidade de visitar o Smithsonian National Air and Space Museum, em Washington, D.C. O que não falta neste museu são marcos da aviação, desde peças dos aviões construídos pelos irmãos Wright, passando pelo Spirit of St. Louis até aos mais recentes foguetões espaciais.
Desde pequeno que sempre fui fascinado pela conquista espacial. Escrevia cartas para a ESA e a NASA, sabia quase tudo o que havia para saber, para um miúdo claro, acerca de como funcionavam os diferentes módulos e componentes dos lançadores e das naves de exploração do nosso sistema solar. Lembro-me de ver, com o meu pai e o meu irmão, no CCB, uma exposição com as naves e sondas do programa espacial da União Soviética. Igualmente emocionante foi agora estar dentro dum Skylab, ver o Módulo de Comando do Appolo XI e este fato, do astronauta David Scott, comandante da Apollo XV.
David R. Scott's suit
Este fato permitiu a Scott andar sobre a Lua. É verdadeiramente emocionante vê-lo ali, à nossa frente. Ficam aqui algumas fotografias da missão, retiradas do Project Apollo Archive.
Lançamento da Apollo XV



Módulo de Comando visto do Módulo Lunar
Módulo Lunar a regressar da Lua, antes de acoplar com o Módulo de Comando
A pena e martelo usados na experiência de queda dos graves de Galileo:
Pena e martelo usados na experiência de queda dos graves de Galileo
O regresso
E por fim, o Módulo de Comando da Apollo XI, que é incrivelmente pequeno.
Módulo de Comando da Apollo XI
Módulo de Comando da Apollo XI

30 de Março de 2009