1 de Junho de 2009

Já antes de Miguel Portas o ter articulado, o argumento tinha já vindo a público através dos advogados da Crane, Poole and Schmidt. Não é que condene que se use alguma da retórica de Boston Legal, ainda assim, não deixa de ser só uma série de televisão. Será que é para dar razão a quem defende que Alan Shore é a encarnação do Louçã das Américas no pequeno ecrã?

1 de Junho de 2009