25 de Outubro de 2003

Eu gosto muito de ir ao cinema. Mesmo muito. Porém, devido a razões variadas, é raro ir a salas de cinema. Ontem fui ver o Kill Bill; nunca tinha visto um filme do Tarantino no cinema e decidi que tinha de ir. Antes tinha visto o Catch Me If You Can, talvez em Maio, e antes desse, provalvemente em Fevereiro, o Sinais.
Não é para armar em intelectual da borra, mas ontem lembrei-me de algumas das mais fortes razões porque não vou ao cinema, já para não falar do preço e de possíveis condições técnicas longe de óptimas. Ontem tive de assistir ao filme com um grunho a comer as suas pipocas atrás dos meus ouvidos e a comentar todas as cenas e mais algumas. Até pedir para se calar tivémos de saber que achava que o filme ia ficar para a história e que quando a Uma Thurman esposteja 88+2 soldados à espadeirada, aquilo não é real.

25 de Outubro de 2003

  • Ricardo Ramalho

    Grande filme. Tive a imensa sorte de não estar muita gente na sala.
    Mas é realmente irritante ver os “melgas” a comerem pipocas e a falarem como se estivessem na sala onde está a máquina de lavar roupa….