7 de Novembro de 2003

Pelo meu amigo Luís, que tem muita razão:

Estava a ler esta crónica e estava a pensar exactamente no síndroma do narcisista dependente. Basicamente diz que não basta olhar-se ao espelho e achar-se o maior, mas tem que se mostrar aos outros para que lhe digam, “epá, és mesmo bom!”. Tenham curiosidade, leiam alguns blogs. Embora com raras excepções, a grande maioria é uma cambada de gente a dizer mal de tudo e todos, sem nenhum sumo literário, mas mais aquele bocado de polpa nojenta que fica presa no fundo das garrafas de plástico (quem bebe jói sabe do que estou para aqui a dizer). É a nossa necessidade de comunicar, de sermos aceites, compreendidos, queridos.

(in www.100ideias.org)
ah!, os imortais, os imortais… (o homem que diz isto tem mesmo jeito para a coisa)

7 de Novembro de 2003