8 de Janeiro de 2004

Aqui vão algumas previsões minhas para o ano de 2004. Não se espantem se não vierem nos cadernos económicos mais conceituados, já que eles não são tão bons observadores, nem dominam as técnicas de guerrilha urbana tão bem como eu (o mesmo motivo por que não há espiões de jeito no nosso país). Cá vão – 2004 vai ser o ano em que vão imperar, ou ter papel de destaque, ou nenhum deles, ou os dois, os seguintes factos:
fatos de piloto de fórmula 1 – Caso tenham reparado, voltaram à moda os ténis (sapatilhas para os amigos do norte) da All Star e também um tipo de botinhas à piloto de fórmula 1/corredor de Karts. Como toda a gente sabe, os modelos visuais esgotam-se rapaidamente, portanto penso que antes de Novembro vamos ver os primeiros concidadãos vestidos com fatos integrais de piloto de corridas de alta velocidade. Há quem especule mesmo que se venha a vestir fatos espaciais.
bikinis e tops de inverno – Antigamente as raparigas só deixavam o umbigo à mostra depois do início da Primavera. Por vezes aproveitavam já os bons ares de Fevereiro. Mas este ano, no Inverno, um umbigo já anda cá fora. Seguindo as tendências de diminuição de necessidades térmicas, prevejo que na próxima colecção Outouno-Inverno se assista ao aparecimento de bikinis e tops de inverno.
comunidades homosexuais – Em menos de uma semana de novo ano vi dois casais de lésbicas nas ruas de Lisboa. Cá, nunca tinha visto. Ou tenho andado distraído ou este é o ano secretamente proclamado do Coming-Out.
cadeias de fotografias – Com a ascensão da fotografia digital, dos telemóveis com câmaras integradas e do quase-quase a chegar UMTS penso que em Setembro se vai tentar a primeira grande cadeia fotográfica do mundo: trata-se de uma cadeia de pessoas à volta de todo o mundo, cada uma tirando a fotografia da nuca da seguinte.
luxos descomunais – Com o aumento de nove euros das pensões mínimas preve-se que cerca de 2,6 milhões de portugueses possam dar entrada para a primeira prestação do Ferrari Maranello.

8 de Janeiro de 2004