7 de Fevereiro de 2006

»»»» POST EXCLUSIVO
Confesso que fiquei sensibilizado pela atenção que me deram e pela preocupação que manifestaram. Mas eu próprio fiquei perplexo e logo a seguir bastante divertido com a comicidade da situação (obrigado Marta!). Portanto…

A ELSA ESTÁ BEM DE SAÚDE E RECOMENDA-SE

Agora… olha que realmente! Onde é que nestas palavras, vocês foram desencantar que a Elsa era a mesma?

Gostávamos um do outro e as palavras que a pequena Elsa timidamente libertava não só nos aproximavam, como nos davam uma alegria difícil de explicar.

Virgem Santíssima, realmente, a Elsa não tem dois metros, mas, mas, mas… Seguinte: mais adiante no post, quem morre não é a Elsa, mas sim a pessoa de nome omisso, sobre quem o sujeito da história elabora um pensamento.
E dois dias depois eu ia alegremente gravar podcasts?! Andam vocês a tirar doutoramentos!
😛

7 de Fevereiro de 2006

  • Confesso que também temi o pior. Ainda perguntei à Inês mas a prova final foi quando vi a Elsa no MSN. Uff. afinal estava tudo bem! 🙂
    Arranjaste uma bela novela, oh se arranjaste!

  • marta a.

    😛

  • pfff!
    ai, ai!

  • Martaff

    Até teve piada… 😛