4 de Março de 2006

Passados uns anos, lá volta o tema: pagar taxas de Multibanco. Num DN da semana passada, citava-se “no estrangeiro os clientes pagam taxas se utilizarem uma rede de um banco do qual não são clientes”.
Mas porque é que tudo tem de ser como lá fora? Não pode haver nada de original e de bom por cá? E a rede não é a mesma. A verdade é que os bancos não fizeram o Multibanco para nos agradar, mas sim para eliminarem custos e demoras com os balcões. Não façam dos clientes bodes expiatórios! E o lucro dos bancos é, como se sabe, extraordinário. Não é por pagarem uns cobres com os Multibancos que vão ficar muito mais pobres.
Se a taxa vier para a frente proponho:
– se não forem todos os banco: mudar de banco para aqueles que não aplicarem taxas;
– se for uma acção conjunta: ir tudo para os balcões levantar brutalidades (dentro das possibilidades de cada um) de dinheiro!

4 de Março de 2006