28 de Março de 2006

E que tal promoverem a reforma a avós que pretendam ajudar a tratar dos seus netos. Isto é, em vez de se dar ajudas de custo para creches e infantários, incentiva-se os avós a recolherem os seus netos já que os paizinhos trabalham de manhã à noite. Assim, além de se abrirem vagas para empregar mais jovens, pode-se combater o facto de as pessoas terem poucos filhos e cada vez mais tarde. Além disso promove-se o crescimento saudável num ambiente familiar, pelo menos no início de vida. Se há falta de jovens e nós somos cada vez mais uma sociedade de velhos, simplifique-se a procriação. De forma saudável, claro.

28 de Março de 2006