10 de Maio de 2007

Os partidários de Marques Mendes não hesitaram em considerar a sua atitude perante a situação de Carmona Rodrigues corajosa. Quando se vê um velhinho que caiu ao chão, ninguém chama corajosa à pessoa que o assiste. É apenas a atitude correcta e decente, aquilo que deve ser feito. Nada mais. Nada menos.
É pena que nos dias que correm, ser decente signifique ser corajoso. Claro que isso não significa que a atitude não seja de louvar. As em sentido contrário, no entanto, como do PS em Oeiras, a ser verdade, deveria ser alvo de forte condenação e indignação.
Por outro lado, na Madeira, Jardim ganhou, mas ganhou tempo, apenas e só. A lei continuará na mesma. Aqui Mendes já disse que a derrota era do Primeiro-Ministro (!), mas como com quase todos os políticos do continente, lhe faltou a coragem para dizer e fazer aquilo que se impunha. Como nota final, sou só eu que acho paradoxal o pedido de mais dinheiro contraposto com ameaças independentistas?

10 de Maio de 2007