29 de Setembro de 2009

1.

O Presidente da República não cede a pressões nem se deixa condicionar, seja por quem for.

versus

…espero que os portugueses compreendam que fui forçado a fazer algo que não costumo fazer…

+

E embora me tenha sido garantido que tal não aconteceu, (…) procedi a alterações na minha Casa Civil.

Senhor Presidente, então gasta quase dez minutos para dizer que a culpa é de arruaceiros do PS, ou de indivíduos a soldo deste e no fim acaba por só demitir o seu acessor (a contragosto) e a encomendar uma firewall?
2.
O senhor Presidente constatou o facto de que um jornal revelou um email trocado entre jornalistas de um outro periódico, violando assim a integridade dos dados confidenciais. Isso levou-o a interrogar-se se “será possível alguém do exterior entrar no meu computador e conhecer os meus e-mails?” Estaria a informação confidencial da Presidência da República em segurança?
É sempre bom um Presidente preocupar-se com a segurança dos dados do mais alto posto da nação, mas porquê só agora? Não se lembrou do assunto quando o email da Governadora Palin foi revelado na internet? Ou mesmo quando o Presidente Obama considerava desfazer-se do seu Blackberry? Será que só agora é que há coisas interessantes para manter seguras?

29 de Setembro de 2009