13 de Janeiro de 2010

O pequeno filme é sublime. Aconselho até que vão ao site, no vimeo e o vejam em alta definição. A fotografia é excelente, toda a composição, a simplicidade, a leveza e a elegância. Tem brio. E claro, uma biblioteca daquelas é simplesmente avassaladora.

Tudo isto se junta a um outro facto. O de quase nada deste filme ser real. Sim, quase tudo é criado em computador; segundo o autor só não o são as flores a crescer, os céus, o avião, os pombos e o fotógrafo.

 

Não pode. Pode, pode:

13 de Janeiro de 2010