4 de Junho de 2007

De acordo com o Decreto n.o 150, de 30 de Junho de 1911, «o comprimento da Bandeira Nacional é de vez e meia a sua altura.»
Exame Nacional de Matemática de 2006 – Ensino Básico (9º Ano)

E agora, mais esta patetice de não serem contabilizados os erros ortográficos
Um dos mais graves erros que vem a ser cometido desde há anos por este(s) ministério(s) da educação é o de inculcar nos alunos de que apreender não custa e não dá trabalho. Só o tempo o dirá se apenas foi grave, ou se foi catastrófico.

4 de Junho de 2007

  • Para além da bandeira que em si já é um erro, onde é que está mesmo o erro ortográfico?

  • Não há nenhum erro. Mas não querem que as pessoas aprendam o Português dos dias de hoje, mas ainda põem textos de 1911 nos exames! Poucos diriam hoje a frase com o de tal como está.
    Agora, qual é o erro da bandeira?

  • Eu não sei qual é o erro da bandeira, mas acho uma palhaçada não fazer os putos aprender efectivamente Português. E para aprenderem têm que errar, e ser corrigidos.