16 de Julho de 2007

– Então, dr., como vai o socialista mais ferranho cá da casa. Vou poder contar com o seu voto e o seu apoio para estas eleições?
– Com o meu apoio, sim, concerteza, sr. dr., agora com o meu voto é que não.
– Não? Então? Como assim?
– É que eu voto em Oeiras e não em Lisboa, dr.

16 de Julho de 2007

  • Ricardo Figueira

    …e eu voto na Póvoa de Santo Adrião (Odivelas) onde passo 1/4 do meu tempo, dos quais 90% são a dormir… Eu não tiro partido de quase nada daquilo que a câmara onde eu voto me pode oferecer… até que ponto faz sentido o eleitor ser obrigado a votar na câmara da sua residência? E pq não ter a liberdade de escolher entre a câmara do local de trabalho e a câmara da residência? Obviamente que teriam de ser ressalvadas mudanças mto próximas de eleições e coisas do género… Sei também que se uma regra assim fosse implementada lisboa provavelmente teria muito mais eleitores e “esvaziaria” as câmaras em volta… mas até que ponto isso é mau?

  • elisa

    pessoal alguém me diz , onde posso votar? Eu pretenço á freguesia de S.António.